COMO SE VINCULAR

A FMJ-J é a entidade representativa do jiu jitsu do Estado de Minas Gerais. Reconhecida e oficializada pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) e Conselho Nacional de Desportos (CND) em 1975 sob decreto presidencial .Vinculada a  Confederação Brasileira de Jiu Jitsu, Sub Secretaria de Esportes de Minas Gerais e Secretaria de Esportes da Prefeitura de Belo Horizonte. Desde 1975 em  serviço ininterrupto para o  esporte amador especializado  Para uma equipe se vincular à ela e ficar em condições de participar das competições oficiais do Campeonato Estadual Mineiro , do Brasileiro, do Mundial e outros que dependam da vinculação com esta entidade oficializada, basta se filiar  a ela seguindo os dispositivos.

 DISPOSIÇÕES GERAIS PARA VINCULAR  UMA EQUIPE,

Embora  esta seja uma solicitação de simples vinculação, mesmo assim trata-se de um instrumento com procedimentos necessários e que devem  ser acatados, porem bem mais simples que os exigidos para filiação definitiva, e agora bem mais facilitado por este impresso padrão.  LEIA ATENTAMENTE

  A - DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA   

 DISPOSIÇÕES
1. O Pedido de Vinculação assinado pelo presidente da equipe
        2. O Estatuto Padrão de Vinculação assinado pelos membros diretores:    3. Ata da eleição da diretoria  atual ( modelo FMJ-J anexado)      4. Qualificação de todos os membros da diretoria, brasileiros natos ou naturalizados,residentes em Minas , copia da carteira de  identidade  , comprovante de residência e CPF  das pessoas que irão compor a diretoria :presidente,vice presidente,secretario,tesoureiro e relações pública ( todos maiores )              6-Anexar  também o  currículo esportivo do  faixa preta instrutor .                                7 . 7.           8. Declaração  de que nenhum dos membros diretores tem implicância na justiça ;          9. Comprovante da escolaridade - 1º grau completo para o faixa preta diretor  técnico e  2º grau completo do faixa preta  3º  grau em diante ;        10. Taxa da anuidade  ( o alvará cedido  pela FMJ-J  com até  31 de dezembro do ano em curso ).   11. Devolução do pedido de vínculo  e demais papeis da FMJ-J  preenchidos e asentados ;        12.  Entrega de um  escudo de pano da equipe , aquele que ficara afixado no  ki mono   para identificá-la  ;      8. Assinatura do  supervisor da equipe ( preta 3o. grau em diante ) registrado na FMJ.J 

A       NÃO É PERMITIDO

Ø   O nome da equipe afigurando-se sarcasmo ,falta de seriedade,desrespeito;             Ø  Estrangeiros na     diretoria, exceto os comprovadamente naturalizados brasileiros;         Ø  Aqueles em atividades contrarias a lei..                              

B-    DADOS INFORMATIVOS  DE  RELEVÂNCIA: SINOPSE DO ESTATUTO GERAL

1.  O  Diretor Técnico,obrigatoriamente será um faixa preta portador do diploma que o qualifica como tal e expedido por  Federação,Liga Brasileira ou Confederação , desde que a entidade expedidora tenha um mínimo de 5 anos de existência legal ( em Minas a competência é da Federação Mineira) e igualmente registrado na FMJ-J, anexando folha  curricular esportiva ,expedida ou abonado pela entidade superior, alem de comprovada residência  e domicilio em Minas.

 2. A FMJ-J não reconhece diploma de faixa preta outorgada por academia ou professor, individualmente. 

 3  Diploma expedido por Liga ,mesmo  oficializada, fica condicionada se  na época da expedição do documento ainda  não havia   Federação no Estado ou a  própria Confederação (CBJ-J ) ;

 4 . O ”Alvará "' da FMJ-J  é o certificado de legalização para Minas Gerais e atesta a condição de Vinculação. É um documento expedido logo após o ato da Vinculação  e tem  validade até 31 de   dezembro de cada ano. Obrigatoriamente deve ficar  afixado em local visível ao público;

 5.  A  equipe vinculada deverá manter um  arquivo com a ficha descritiva dos seus alunos,anomatica e numérica onde  constara a foto, os dados gerais do aluno, atestado médico e se  necessário atestado de bons  antecedentes ,alem do registro na equipe,Federaçaõ,Confederaçaõ.O menor  apresentará  autorização dos pais ou responsáveis por ele .Tudo   ficara  arquivado na sede da equipe ,e a disposição da Federação.

 6. A mudança de faixas obedece a um tempo de carência  mínima e deve ser feito levando-se em conta a metodologia de ensino básico. Presença do supervisor  nestas ocasiões Em Minas  este ensino básico  ainda é determinado pela Federação Mineira de Jiu-Jitsu ( FMJ-J) .que também cuida para a  preservação das  técnicas tradicionais do Jiu-Jitsu 

ATENÇÃO.!      Caso o  Diretor Técnico da equipe ,embora seja faixa preta ,mas inferior ao 3º grau ,terá de ser assistido  por professor supervisor ,residente e domiciliado em Minas e  devidamente  registrado na FMJ-J

7. Cada faixa concedida ao aluno , dentro do tempo da  carência exigida , deve ser comunicado em impresso próprio da FMJ-J   assinado  pelo titular faixa preta e também  pelo  seu supervisor ( do 3o. grau em diante ) .Somente assim   as devidas anotações  serão feitas .

 8 . As competições são feitas por categoria de  idade, faixa e peso,  prevalecendo o ano de nascimento e  categoria : Mirim, Infantil,Infanto Juvenil, Juvenil ,adulto ( junior - de 18 a 29 anos; máster -de 30 a 35 anos; sênior - de 36 a 45 ; super sênior -de 46 anos em diante .Masculino e feminino .  Mirim até 7 ano- faixas branca e azul clara ). Infantil 8  a 12 anos: 8 a 10  anos -faixa branca  e amarela ; 11 e 12 anos faixa branca,amarela, laranja.  Infanto juvenil  13 a 15 anos ,faixas branca,amarela ,laranja e verde . Juvenil 16 e 17 anos : faixa branca,amarela,azul e roxa . Adulto : 18 anos em diante - faixa branca , amarela ,azul , roxa marrom . Faixa preta a partir dos 21 anos   

 9. Pesos : mosca, galo, pluma, pena ,leve, médio, meio pesado, pesado, super pesado ,extra pesadíssimo e hiper pesado  ( absoluto ) conforme na  tabela de pesos e categorias  para competições na  FMJ-J

 10. Na Federação Mineira o peso da categoria feminina se iguala ao do  masculino; 

 11.  Da branca a preta  a faixa tem 4 cmts de largura e não há diferença nas suas características

 12.   Da  branca  a marrom obrigatoriamente  as faixas  ostentam , costuradas numa das pontas,  a tarja preta de 10 centímetros de cumprimento  , distanciado 2 centímetros  daquela ponta  . Sobre a tarja preta , da amarela em diante ,  coloca-se os graus recebidos ( máximo de  4 divisas ). A   tarja preta  e os graus da faixa, depois de amarrada ,ficam  voltados para o  lado esquerdo do corpo .

 13.  No escudo da FMJ-J já vem impresso  o numero de registro do competidor Este escudo é costurado  no kimono  a 5 centímetros da linha do ombro esquerdo ,a altura do peito . Abaixo dele vem o escudo  da equipe . Sem   o escudo da Federação  no local indicado ,e o da academia  no peito  abaixo do escudo da FMJ-J ,ou ma mesma altura do lado direito ou nas  costas  o competidor  ,se for permitido competidor ja entra perdendo dois pontos ( bronze ) e sua equipe perde  também uma medalha de bronze . Escudo  da equipe costurado nas calças ou noutro local  não substitui o do peito ou nas costas  . 

IMPORTANTE !  No correr do evento o competidor que se apresentar com qualquer irregularidade  no seu traje tais como: falta do escudo da Federação ou da equipe, escudo da federação em lugar errado, mal costurado, sem a tarja preta na faixa , escudo diferenciado do oficial , se for permitido  lutar ja entra no dojo   perdendo dois pontos ( uma Medalha  de bronze );caso outro competidor da mesma equipe apresente irregularidades perde igualmente 2 pontos mas a equipe desta vez perde 4 pontos ( medalha de prata);  um  terceiro competidor irregular da mesma equipe  perde dois pontos , porem a  equipe perde uma medalha de ouro, e dai em diante cada irregularide  leva a perda de uma medalha de ouro .

14. Uma  equipe  tem o prazo de até 90 dias para atender pedido de transferência de aluno para outra equipe  (da branca a roxa ) Este prazo poderá se estender , desde que  o este  aluno esteja em débito com a equipe  e outras implicâncias. Uma vez transferido poderá disputar para a nova equipe  assim  que a   transferência  tenha se consumado junto a Federação. A Federação naõ cobra taxa de trasnferencia 

 15. A transferência do aluno de uma academia  federada  para outra federada  deverá ser  comunicado a Federação,oficialmente no  impresso próprio da FMJ-J e assinado pelos dois titulares, o que cede e o que recebe  ,no prazo máximo de 28 dias , ou perdera o seu efeito . Tudo fica anotado em ficha própria e arquivado nas pastas das equipe 

16   O transferido somente será registrado em nome da nova equipe com a mesma faixa e grau   que constar  na   ficha da FMJ-J .Mudança de faixa, somente após a transferência e com o aval do supervisor da  equipe que o recebe.

17. Receber aluno de outra equipe sem a necessária transferência é falta de ética  e desrespeito a coirmã . O titular da equipe é admoestado por escrito, a reincidência pode levar a suspensão do alvará da sua  equipe , e ser julgado pela Tribunal de Justiça Esportivo como infrator do  RI da FMJ-J .Esteja de posse ou não do alvara será igualmente atingido.  

 18  A Federação naõ autoriza cobrança de taxa de transferência de aluno. Quando isto ocorre   é um critério e responsabilidade   da equipe  .  

19 IMPORTANTE.                                                                                                 A)  O faixa Marrom   para  transferir da sua equipe de origem para outra o fará após análise do CONARS  (Conselho  Arbitral da FMJ-J , que o fará em prazo de até 28 dias ,exceto nos casos em que o professor   permita a transferência sem esta   formalidade. 

   B)  Igualmente para o  faixa preta, entretanto a sua supervisão  de origem somente será repassada a outrem , quando o seu supervisor  oficialmente abrir mão desta supervisão .Mesmo que o faixa preta se transfira para outra equipe  somente se livrara da supervisão anterior ao atingir o 3º grau, ou se oficialmente liberado pelo seu superior  direto . 

C) Da mesma forma o faixa preta que fundar sua própria equipe continuara disputando como faixa preta pela equipe do supervisor até atingir o 3º grau, ou se oficialmente liberado pelo seu superior direto.     

20. Nas competições não há soma geral dos pontos para efeito de premiação, mas a soma das medalhas .Vence a equipe que somar o maior numero de medalhas de ouro em cada categoria , O desempate vem com a prata e o bronze. Os valores das medalhas :  Ouro 9 pontos, prata 4 pontos, bronze 2 pontos, a simples participação equivale a 1 ponto.  Para a equipe o troféu de ouro  9 pontos; prata 4 pontos ; bronze 2 pontos. simples participação o1 ponto .

21. A Taça Minas Gerais ( campeonato mineiro ) é disputado em 5 etapas com pontos cumulativos para as equipes e para os competidores. Inicia em março e termina em novembro com a entrega da Taça  MG  de Jiu-Jitsu do ano em curso.

 22. Na área de competição somente poderá ali permanecer os   designados para trabalhar  como arbitro central, lateral, emissário, mesa , comissão disciplinar,  corpo auxiliar  ,todos portadores  do crachá  com validade para aquele dia , assim como o especialmente  convidado. Permanecer ali  implica  chamar a atenção , subtração de  pontos da equipe do infrator , convite para retirar do local, retirada do local pelo corpo de segurança.

 23. O uniforme nas competições é o tradicional trançado branco ou totalmente  azul ,outra cor não é admitida .

 24. O competidor patrocinado não paga taxa de patrocínio para a  FMJ-J , desde que não    prejudique os lugares reservados aos  símbolos das entidades superiores e da proporia equipe

 25. No patrocínio não poderá se afigurar indução ao vicio,  a atividades  contrarias a lei, a chacota e ao desrespeito.

 26. Os termos usados para a definição da luta são: KO (desistência);  W.O.- por ausência do adversário;     Pt (pontos) ;Vt ( vantagens );   Ds ( desclassificação );    Pr: pontos revertidos.

 27. O competidor que termina a sua chave vencendo por K.O. faz juz a mais  04 pontos para  a escolha do melhor lutador do torneio, mas não para a contagem geral dos pontos para premiação da equipe.

 28. Após um mínimo de 36 meses  de atividades continuadas  e de vinculada, a equipe  poderá pleitear a filiação em definitiva e que tem legislação especial e a parte. As ausências sem renovação do alvará são descontadas.

  29.São asseguradas as vinculadas todos os direitos  das filiadas, exceto o poder de decisão nas assembléias.

 30.   A   FMJ-J  não cede informações restritas a competidor nem a terceiros, preservando-as ao titular da equipe .

 31.  Assuntos  e tratados entre  professor ,equipe ,  federação , devem ser oficializados, em papel próprio. Ficam arquivados   e não  se perdem  como os  tratados verbais .

 32  As coisas, objetos ,  impressos, símbolos, desenhos,  estudos das técnicas oficializadas, tudo o que se refere a FMJ-J não podem ser  copiados, imitados, reproduzidos, negociados, cedidos, emprestados, doados, ,sem autorização previa  devidamente assinada pela Presidência ou constituirá "Lesa Patrimônio "..

 33. O competidor  chegará até a área de competição  ´referencialmente de chinelos ou descalço

 34. A FMJ-J não tolera a indisciplina e o  desrespeito  contra  o árbitro , o corpo auxiliar , a autoridade  esportiva,ao público presente .A  brutalidade contra o adversário  implica em pena que varia da simples admoestação a retirada de pontos, da suspensão a  exclusão e  pode atingir a toda a equipe conforme a gravidade da questão.

 35. Por ser uma entidade do esporte amador especializado e que procura alicerçar o Jiu-Jitsu também como auxiliar na formação moral do seu adepto, a FMJ-J não  pode apoiar o desafio , o "Vale Tudo", nem a competição  que simplesmente  buscar a compensação financeira para seus participantes e  realizadores.

 36. A  FMJ-J não aceite reclamações verbal contra árbitros , jurados ou qualquer designado  durante uma competição .E as filmagens e fotos servem como elemento de análise  frente ao CONARS  ou do TJD , se for impetrado recurso juntos a estes pelo interessado, ou da própria Federação se for o caso. Assim não ha como pressionar ou coagir arbitro e  seu corpo auxiliar no correr do evento.

 37- A equipe que não renovou  o alvará no ano  passado nem o deste ano em curso ,  nem  solicitou “tranca provisória ” perderá a tutela do seu  aluno, se continuar incorreta até 15 dias antes do inicio do certame oficial no ano eguinte ,e o seu aluno estará livre para  competir por outra equipe ,participar do torneio anunciado, simplesmente com o aval  do Depto. competente  da FMJ-J .

 38.A equipe que deixou de renovar o seu alvará no ano anterior e desejar renová-lo no ano seqüente  paga taxa de reintegração .

 40.O ATEMI, ou Jiu-Jitsu traumático, tem regras especiais para o seu evento anual.

41. O competidor paga a taxa de competição nos  torneios, conforme o  valor indicado nas circulares;                                                               
42. A cada torneio antecede uma circular de convite e explicativa                                                      43. Participam dos  torneios oficiais somente os portadores da carteira   da FMJ-J  do ano em curso .

 ATENÇÃO ! Inadmissível o ingresso numa academia federada muito menos nela permanecer, o alcoólatra , o toxicômano, o traficante ,o dominado por vícios altamente prejudiciais e si e a terceiros, assim como os portadores de doenças infecto contagiosas, até que deles se livrem ,

 44   Nenhum documento ,mesmo expedido por entidade  do Jiu-Jitsu superior a Federação,  não  tem poder para  substitui ou anular decisão ou  documento expedido pela FMJ-J em território mineiro .

 45. Não deve ser tolerada a indisciplina nas competições ou fora dela. O competidor federado indisciplinado ,desrespeitoso, sofrerá as penalidades cabíveis e permitidas, assim como seu instrutor e a própria equipe a que esta filiado, se houver tolerância ou conivência .

 46. . Placas de propaganda alusivas ao Jiu-Jitsu não devem ser inferiores em tamanho e qualidade a outras existentes no local e que anunciam outras atividades esportivas

 47. O local onde será sediada a equipe de Jiu-Jitsu deve ser arejado, limpo  e asseado, correspondendo a finalidade. A FMJ-J não   cede  alvará para atividade em local impróprio

 48. A taxa de vinculação da equipe  pode sofrer alterações  ,para mais ou para menos ,em cada ano .

 49. A Federação  somente aceita   filiação livre  até a faixa azul lisa. Dai em diante terá de haver documento comprovando a militância (curriculum esportivo ,carteira, diploma certificando a  graduação)  igualmente cedido por Federação ou Confederação. Em qualquer caso o interessado apresentara 3 fotos 3x 4 alem dos demais documentos necessários e exigidos. E aquele que se filiar diretamente na azul nela permanecera o tempo de carencia exigida  ;

 50. O faixa preta tem legislação especial.

 51. O Professor titular é o responsável pela conduta do seu aluno, dentro e fora do  tatame ,em juízo e fora dele .

 52 . Qualquer membro da equipe, incluindo o diretor técnico e a própria equipe poderão ser penalizados, se houver mau comportamento, desrespeito e indisciplina, nos eventos da FMJ-J,  com admoestação, suspensão , e ate exclusão conforme  a gravidade do caso.

 53  O  Alvará de Dependência” é indispensável  a todas as equipes que mantenham seus instrutores ministrando aulas  fora  da sua sede ( filiais )  . A cidade da  “Dependência “  constara  na carteira da FMJ-J emitido para o competidor ,caso contrario até nos relatórios de resultados as dependências  deixam de ser citadas ;

 54  Carta curricular , carta de apresentação,declaração para bolsa estudo ou qualquer finalidades   é restrito a equipe e ao competidor que esteja participando regularmente dos eventos da FMJ-J   portandoa carteira do ano em curso;

55. Registro de aluno é feito pelo titular que preenche o impresso próprio ,assina,colhe assinatura do aluno . do supervisor da equipe , dos pais se for menor ,apresenta 3 fotos 3x 4 recentes , xerox da identidade e do CPF, xerox de comprovante do domicilio e residência em Minas,  taxa de registro  Alem da faixa azul lisa  acrescenta-se  outros procedimentos .

56. O registro de faixa superior a azul lisa somente com apresentação da curricular e após analise. De qualquer maneira o tempo de carência terá de ser respeitado  para futuras elevações 

 56. A Federação Mineira de Jiu-Jitsu é uma entidade do esporte amador especializado reconhecida e oficializada pelo  MEC e CND em 1975 ,sob Decreto Lei  como a entidade representativa do Jiu-Jitsu do Estado de Minas Gerais .Desde a sua fundação  se mantém em franca atividade .A ela se filiam  somente os  residentes e domiciliados  em território mineiro  , uma vez que  é uma  entidade mineira para os militantes do jiu-jitsu no Estado de  Minas Gerais .  

VAMOS  CONTINUAR  DOANDO   AO  JIU-JITSU MINEIRO  A ORGANIZAÇÃO  E O RESPEITO QUE ELE MERECE 

 

 

 


                             Escritório central e expediente : Av. Amazonas, 885/ Sl.348 Centro. Cep 30180 000  Belo Horizonte /MG
                                  
Telefax.: (31) 3224-8979 - E-mail: fmjitsu@terra.com.br  e  contato@jiujitsuminas.com.br
      Expediente: de 2ª a 6ª feira, de 9:00 as 13:00 Hs. e de 14:00 as 18:00. A Presidência   atende de 14:00 as 18:00 Hs .